Coopermota - Notícia
INFORMAÇÃO || NOTÍCIA
Coopermota e IAC firmam parceria para cultivo em Campos Novos Paulista
Coopermota e IAC firmam parceria para cultivo em Campos Novos Paulista
ENSAIOS DE MANDIOCA / 25/09/2018
   A Coopermota e a Apta/Médio Paranapanema finalizaram nesta terça-feira, o plantio das plantas de mandiocas que farão parte da área de demonstração do Campo Cooper de Campos Novos Paulista, a ser realizado na safra de inverno/2019. Na ocasião, foram cultivados 10 clones produzidos pelo IAC, sendo dois deles comerciais, o IAC 90 e IAC 14, e oito novos materiais disponibilizados no mercado.
   Além da demonstração do desenvolvimento dos materiais cultivados, também serão preparadas áreas com o objetivo de realizar a demonstração de nutrição e controle de plantas daninhas mais comuns em lavouras de mandioca da região.
   Entre os materiais que vêm sendo lançados no mercado e estão em avaliação no campo de demonstração está a AF-13, identificada desta forma em alusão ao nome do produtor que detectou um cruzamento espontâneo em sua área de cultivo, Antônio Facina, e a produção registrada até então de 13 quilos de mandioca por planta. A descoberta do cruzamento foi retratada em reportagem realizada pela revista da Coopermota, O Campo, no ano passado.
   Na parceria firmada entre o IAC e a Coopermota, as manivas foram preparadas com 18 centímetros de comprimento e cultivadas em solo adubado com 180 quilos de NPK por hectare, na formulação de 01-28-00. O espaçamento utilizado foi de 0,80x0,90 centímetros, divididos em quatro blocos de cultivos e quatro repetições de cada material.
   De acordo com o gestor da Unidade de Negócios da Coopermota de Campos Novos Paulista, Elquiner Oliveira, a inclusão da mandioca entre as demonstrações do Campo Cooper, realizado anualmente no município, visa ampliar a variedade de materiais na área de exposição, de forma a contribuir ainda mais com o produtor interessado nas análises proporcionadas no local. Campos Novos é uma região com área expressiva de mandioca em comparação com outros municípios da abrangência da cooperativa. “Esta será uma área que permanecerá com o cultivo da mandioca para além da data de realização do Campo Cooper, já que os ensaios necessitam de um período mais longos de análise para a apresentação de resultados”, comenta.
COMPARTILHE
© Coopermota 2019 | Todos os direitos reservados
Matriz: 18 3341-9400