Coopermota - Notícia
INFORMAÇÃO || NOTÍCIA
Coopermota e Secretaria da Saúde criam projeto piloto de combate ao Aedes Aegypt
Coopermota e Secretaria da Saúde criam projeto piloto de combate ao Aedes Aegypt
RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL / 25/07/2019
Cândido Mota possui atualmente 209 casos positivos de dengue, com focos em praticamente em todos os bairros.
 
   Na manhã desta quinta-feira, dia 25, a Secretaria Municipal da Saúde de Cândido Mota e a Coopermota deram início ao projeto piloto de prevenção contra a dengue. Nesta parceria, alguns colaboradores da cooperativa foram integrados à Brigada de Combate ao Aedes Aegypt da Coopermota, destinada à vistoria dos ambientes, de forma a eliminar os criadouros e, consequentemente, as larvas do mosquito transmissor da dengue.
   A brigada foi criada nesta parceria formalizada com a secretaria e tem cargos de atuação permanentes. Entre seus componentes estão colaboradores dos setores da cooperativa com unidade em Cândido Mota, compreendidos pela sede, fábrica de ração e silo I, loja, centro de distribuição e transporte, centro de eventos e silo II. Seus integrantes serão responsáveis por fazer a vistoria semanal de ambientes que possam acumular água, tomando medidas para que estes locais não tenham mais o potencial de serem criadouros do mosquito Aedes Aegypt. Um relatório de acompanhamento será elaborado pelos brigadistas e encaminhado para a secretaria todos os meses. Paralelamente, o município continua com a sua rotina de visitas trimestrais aos estabelecimentos, incluindo a Coopermota.
   O gestor de segurança do trabalho da Coopermota, Fabiano Alcântara, explica que a cooperativa aderiu ao projeto prontamente. Ele considera que o envolvimento com esta causa é uma questão de responsabilidade socioambiental e cidadã. “Queremos fazer o possível para evitar que a dengue faça parte da rotina, não só de nossos colaboradores com também da comunidade como um todo. A brigada vai ajudar a sistematizar esta busca por criadouros e evitar que o Aedes se prolifere”, diz.
   Uma primeira vistoria já foi realizada nesta manhã pelos brigadistas. Na ocasião, foram apresentadas as adequações que a cooperativa tem realizado para que seus espaços não estejam propícios à criação dos mosquitos. Talita Andressa Franciscani, Diretora de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal, explica que a criação desta brigada é um projeto piloto com a Coopermota e deve ser expandido por meio de parcerias com outros estabelecimentos. A proposta é envolver tanto empresas privadas, quanto instituições públicas do município.
   Também estiveram presentes neste dia de criação da brigada, os profissionais Josiane Aparecida Moreno Hilário, Lucas Eugênio da Silva Fontana e Maria Eunice Damascena de Araújo, da Secretaria Municipal da Saúde. Eles foram responsáveis por capacitar os brigadistas para que estes possam identificar os criadouros e tenham domínio das medidas de contenção indicadas para o caso, além de serem multiplicadores desta iniciativa, tanto no ambiente profissional como pessoal.
   Conforme dados da Secretaria, Cândido Mota possui atualmente 209 casos positivos de dengue, com focos em praticamente em todos os bairros. A brigada é uma das medidas que o município vem tomando para tentar evitar a proliferação do mosquito.
COMPARTILHE
© Coopermota 2019 | Todos os direitos reservados
Matriz: 18 3341-9400